Agendar Demonstração

O Praxio Globus integra de forma leve e flexível as 4 grandes áreas da sua empresa de forma segura e com total controle de acessos:

Preencha o formulário abaixo e solicite uma demonstração.

Redução dos custos da frota: Veja como o controle financeiro pode ajudar!

Assunto: Gestão de Frota

09/02/2018

 Veja 4 passos para reduzir os custos da frota da sua empresa

Realizar a gestão dos custos da frota faz parte da rotina diária dos gestores. Os veículos consomem combustíveis, desgastam pneus, exigem manutenção com frequência. São diversas variáveis que exigem atenção redobrada para não acabar gastando além do previsto.

Neste artigo, mostraremos como a análise financeira pode ajudar a reduzir os custos da frota e aumentar a margem de lucro do seu negócio.

1º Passo: Análise Financeira

Faça uma análise financeira da receita que entra na empresa e do valor destinado a sua frota. A partir de um simples estudo do fluxo de caixa, o gestor pode estabelecer um teto mensal de gasto. Desta forma, fica mais fácil traçar estratégias de economia que protejam a margem de lucratividade, sem impactar a operação.

2º Passo: Plano de redução de custo

É importante por em prática um plano estratégico que envolva o cálculo de um período inicial e a projeção para um período futuro. Isso servirá para montar um diagnóstico referencial dos custos da frota.

Já na hora de estabelecer um planejamento dinâmico, é importante considerar 2 indicadores: o capital de giro e o fluxo de caixa da empresa. Pense só: Para manter uma frota circulando, a empresa precisa dispor de capital de giro suficiente para manter as manutenções, renovações de veículos e as demais despesas. Por isso, manter o equilíbrio entre esses indicadores é tão importante para a saúde financeira da sua empresa.

Leia mais: Como manter o fluxo de caixa positivo?

3º Passo: Identificação dos custos

Quando se tem acesso ao custo total da frota, fica mais fácil gerenciar se dividirmos esse montante em duas variáveis: custos fixos, como por exemplo, abastecimento dos veículos, e custos variáveis, como manutenções corretivas.

Se o gestor tiver meios confiáveis para captação desses dados, é possível reduzir até mesmo os custos fixos. Exemplo: Um sistema de gestão que controle o abastecimento por carro e por quilometragem percorrida, ficará fácil identificar qual veículo causa prejuízo. Isso dará mais propriedade para decidir se o veículo deve ser substituído na frota.

Leia mais: Manu360: Conheça o novo gestor de manutenção e tenha o controle total!

4º Passo: Escolhendo a ferramenta certa

Fazer todas essas análises com dados seguros em um curto prazo é um verdadeiro desafio. Por isso, é importante se atentar para as ferramentas gerenciais disponíveis no mercado. Você deve dar preferência àquelas que entendem como funciona a rotina dos gestores de frota e a integração com as informações financeiras da sua empresa. Desta forma, além de ganhar velocidade nas suas análises mensais, você também terá segurança, já que os dados são confiáveis.

Se você ainda tem dúvidas sobre como fazer a análise financeira dos custos da frota, fale com a gente! Conheça o software Globus, o mais completo sistema de gestão de empresas de transporte. Utilizado por mais de 3 mil empresas de transporte, ele integra o seu negócio de ponta a ponta. Agende uma demonstração gratuita aqui com um dos nossos consultores e entenda como mais de 3 mil empresas alcançaram economia e bom desempenho na operação.

Tags: GESTÃO DE FROTAS, GESTÃO FINANCEIRA