Agendar Demonstração

O Praxio Globus integra de forma leve e flexível as 4 grandes áreas da sua empresa de forma segura e com total controle de acessos:

Preencha o formulário abaixo e solicite uma demonstração.

Assunto: Gestão de Frota

26/06/2018

O investimento em um sistema para transportadora é sempre uma decisão inteligente. Esses sistemas ajudam o gestor a controlar melhor os gastos, a manutenção, as receitas e vários aspectos do negócio.

O ramo de logística é dinâmico e desafiador e um sistema para transportadora tem potencial para facilitar a vida do gestor. Mas, com tantas opções disponíveis no mercado, qual seria a melhor? Será que a sua transportadora deveria adquirir um ERP ou um sistema de controle de frota? Vamos descobrir juntos? Acompanhe!

O que faz um ERP?

ERP é a sigla para Enterprise Resource Planning ou, em português, planejamento de recursos empresariais. O objetivo desse tipo de sistema para transportadora é organizar todas as informações sobre as diversas áreas da empresa em único lugar.

Geralmente, o ERP contém módulos que abrangem todos os setores. Lançamento de notas fiscais, despesas com folha de pagamento, contas a receber, inventário, controle financeiro, estoque e assim por diante. No caso de um ERP desenvolvido especificamente para a área de transportes, ainda há módulos de manutenção de frota, documentação de transporte, entre outros.

Portanto, o que um ERP faz é concentrar os dados operacionais, financeiros e fiscais da empresa para que todas as áreas possam trabalhar juntas. Desde o RH até a equipe operacional de transportes, todos podem se beneficiar diretamente desse tipo de sistema para transportadora.

O que faz um sistema de controle de frota?

Como nome sugere, um sistema de controle de frota está focado em atender às necessidades das transportadoras em termos de controle de veículos, gestão de pneus, acompanhamento de manutenção e tudo mais que está relacionado à gestão da frota.

Com esse tipo de sistema para transportadora, o gestor pode, por exemplo, checar quando ele precisa fazer a manutenção de cada veículo, qual o consumo de combustível da companhia, tempo gasto por rota, necessidade de troca de pneus e assim por diante.

Ou seja, o sistema de controle de frota tem foca na organização das informações sobre a frota e se restringe à parte operacional da transportadora que está diretamente ligada com o transporte de cargas. Finanças, pessoal e outros departamentos não são diretamente beneficiados por ele.

Quais são as vantagens de cada sistema para transportadora?

A grande vantagem do sistema de gestão de frota é que, por se concentrar nessa atividade, ele tende a ter funcionalidades mais aprofundadas nesse quesito.

Em comparação ao ERP, esse sistema para transportadora provavelmente dará ao gestor mais indicadores e mais ferramentas para verificar a disponibilidade de veículos, checar históricos de manutenção, verificar o custo com abastecimento etc.

Em contrapartida, o sistema de gestão de frota para por aí e não oferece oportunidades em outras áreas. O ERP consegue abranger os dados da empresa inteira, melhorar a integração entre as áreas, reduzir tempo de processos e, consequentemente, reduzir custos não apenas ligados à frota, mas em toda a empresa.

Se a empresa contar com um ERP especializado na área de transportes, também haverá um módulo de gestão de frota que contará com ferramentas que, muitas vezes, são suficientes para que o gestor tenha um bom controle dos veículos.

Isso significa que o ERP tem a vantagem de otimizar não apenas a gestão de frota, mas de todas as áreas da empresa. Se bem utilizado, ele trará retorno do investimento e tornará sua empresa mais organizada e mais competitiva.

Afinal, qual o melhor sistema para minha transportadora?

Como em quase tudo no mundo dos negócios, não existe uma resposta universal e a decisão vai depender dos objetivos e recursos da sua empresa. O sistema de gestão de frotas pode ser uma boa escolha se a sua empresa quiser focar apenas nesse aspecto do negócio.

Porém, como ficou claro pelas vantagens, o ERP oferece mais recursos e dá a sua empresa a possibilidade de gerenciar todos os processos de forma integrada.

Se ele for especializado para logística, melhor ainda. Assim você poderá controlar toda a parte administrativa e financeira e ainda cuidar de aspectos operacionais e de frota, tudo no mesmo ambiente.

Por isso, na maioria das vezes, um ERP desenvolvido especialmente para o ramo de logística é o sistema para transportadora que oferece mais vantagens e melhor custo-benefício.

Quer entender mais sobre a escolha de um sistema para sua transportadora? Clique aqui e agende uma demonstração gratuita com um dos nossos consultores e saiba como o Globus pode ajudar a sua empresa a performar melhor!